Sua colaboração vai nos ajudar a fazer o mundo melhor através do desenvolvimento social, cultural e educacional.

Arraste para escolher o valor

Clique e digite outro valor

R$

Publicado em 01/07/2021

Estação Cultural da Fundação Romi segue com inscrições abertas do projeto Capoeira Socioeducativa



O projeto Capoeira Socioeducativa, que acontece desde 2014 na Estação Cultural da Fundação Romi, segue com inscrições abertas para quem já tem familiaridade com a cultura popular, ou para aqueles que querem a conhecer. Os encontros acontecem semanalmente aos sábados, das 11 às 13 horas, respeitando todas as orientações e Cartilha de Prevenção à Covid-19 da Fundação Romi, com uso obrigatório de máscara, distanciamento com marcações para orientar os participantes, álcool em gel disponível, aferição de temperatura para acesso às aulas, sem contato físico e respeitando a capacidade segundo o Plano São Paulo.

Os interessados em fazerem parte da Capoeira Socioeducativa basta comparecer pessoalmente na Administração da Estação Cultural para realizar inscrição. “Oferecemos uma atividade socioeducativa, com uma sintonia entre as oficinas e a aquisição de componentes morais e éticos, indispensáveis para o desenvolvimento harmonioso de caráter cidadão”, explica o superintendente da Fundação Romi Vainer Penatti. “Valorizamos a cultura, arte e esporte, mantendo viva esta cultura popular”, finaliza.
Com aulas ministradas pelo contramestre Motta, da Associação de Capoeira Motta & Cultura Afro, o projeto Capoeira Socioeducativa visa desenvolver a socialização, a concentração, a atenção, a confiança e o respeito pelo outro, envolvendo a família e a sociedade de maneira geral, mostrando a contribuição da capoeira na formação de quem a pratica, e propagando a cultura da paz e da não violência.
A capoeira é uma expressão cultural brasileira que teve origem no século XVIII, que mistura movimentos de artes marciais, dança e música. A modalidade se desenvolveu como forma de sociabilidade, solidariedade e estratégia de defesa. É um dos maiores símbolos da identidade brasileira e está presente em todo o território nacional, além de ser praticada em outros países. Pela importância cultural e histórica, a Roda de Capoeira e o Ofício dos Mestres de Capoeira foram reconhecidos como patrimônio cultural brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 2008. Em 2014, a UNESCO reconheceu a Roda de Capoeira como Patrimônio Imaterial da Humanidade.

Apresentado pelo Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial da Cultura, e com o patrocínio da Indústrias Romi, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto Capoeira Socioeducativa acontece aos sábados, com duas turmas: a primeira das 11 às 12 horas e a segunda das 12 às 13 horas, com um intervalo para higienização do ambiente, respeitando os protocolos de prevenção à Covid-19 com distanciamento, álcool em gel e obrigatório uso de máscara. A atividade é gratuita e acessível a pessoas com mobilidade reduzida e com deficiência física, intelectual, visual e auditiva. O atendimento da Administração da Estação Cultural é de segunda a sexta das 08h às 17h e aos sábado das 08h às 12h . A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d'Oeste, SP. Mais informações podem ser acessadas no site, através do link, www.estacaocultural.org.br ou pelos telefones (19) 3455-4833 ou 3455-4830.

Receba nossas novidades

19 3499.1555

Av. João Ometo, 200, Jd. Panambi - Santa Bárbara d'Oeste, SP

Que tal uma visita?

© Fundação Romi - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por