Sua colaboração vai nos ajudar a fazer o mundo melhor através do desenvolvimento social, cultural e educacional.

Arraste para escolher o valor

Clique e digite outro valor

R$

Publicado em 10/06/2021

Fundação Romi apresenta logomarca escolhida no concurso “Romi-Isetta 65 anos”


Logomarca de André Frota Contreras Faraco é a vencedora do Concurso "Romi-Isetta 65 anos"

Entre abril e maio de 2021, a Fundação Romi realizou Concurso “Romi-Isetta 65 anos”, em celebração aos 65 anos do primeiro carro de passageiro fabricado em série no Brasil, o Romi-Isetta, visando a escolha de uma logomarca comemorativa. Foram inscritos 27 participantes sendo homens, mulheres e crianças que toparam o desafio em criar uma logomarca comemorativa. Muita criatividade, traços, formas e desenhos foram enviados.

Foi uma tarefa árdua para os avaliadores, um grupo formado por 15 pessoas, entre eles designers, comunicadores, publicitários, educadores, historiadores, arquitetos e administradores, que foram responsáveis em selecionar uma logomarca. “Convidamos um grupo seleto, que conhece a história e sua importância sobre o Romi-Isetta, e numa votação acirrada, chegamos ao resultado da logomarca vencedora”, explica o superintendente da Fundação Romi Vainer Penatti. “Tivemos participação de inscritos de muitas localidades, e também de crianças, o que nos deixou muito felizes”, conclui o superintendente.

Após período de inscrição e avaliação, a logomarca vencedora do Concurso “Romi-Isetta 65 anos” é de um barbarense. O arquiteto André Frota Contreras Faraco, de 26 anos, apresentou sua criação e recebeu o maior número de votos, que decreta sua proposta como a grande campeã. Ele recebeu a premiação: os livros “Romi-Isetta – O Pequeno Pioneiro” e “Oficina dos Sonhos”, que apresentam a história do pequeno pioneiro. “Fiquei lisonjeado em ter minha logomarca escolhida como a vencedora”, diz o arquiteto. “ Por ser da arquitetura, pesquisei sobre identidade visual e aplicações, e a partir disso, criei meu conceito e deu certo”, finaliza o vencedor do Concurso “Romi-Isetta 65 anos".


O vencedor do Concurso "Romi-Isetta 65 anos" André Frota Contreras Faraco com seu prêmio


André Frota Contreras Faraco e o superintendente da Fundação Romi Vainer Penatti

Uma grata surpresa ficou por conta da participação de crianças que mostraram os dons artísticos. Helena Moraes de Oliveira, de oito anos, é aluna do Núcleo de Educação Integrada da Fundação Romi, em sua inscrição disse “gosto muito de desenhar. Minha mãe me inspirou a participar. Entendi o que era uma logomarca, pesquisei sobre o Romi-Isetta e tracei meu desenho. Estou muito feliz em participar”, o que chamou a atenção dos jurados. Como forma de estimular que a jovem artista continue, ela recebeu um exemplar do livro “Romi-Isetta” pela participação.

Nos próximos dias, a logomarca que estampará todo material referente aos 65 anos do Romi-Isetta começará a ser aplicada na comunicação visual. Como 2021 é o ano de comemorar, para quem quiser saber mais sobre a história do primeiro carro de passeio fabricado no Brasil, o Centro de Documentação Histórica - CEDOC da Fundação Romi conta em seu acervo com uma coleção do Romi-Isetta que é de extrema significação para o resgate e preservação da memória da indústria automobilística brasileira, pois, reflete o contexto social, econômico e político em que foi construído o primeiro carro de passeio fabricado em série no Brasil. No acervo fotográfico, por exemplo, há imagens de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília, além de personalidades como Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros, Odete Lara, Anselmo Duarte, Eva Wilma, entre outros nomes da história brasileira.

Receba nossas novidades

19 3499.1555

Av. João Ometo, 200, Jd. Panambi - Santa Bárbara d'Oeste, SP

Que tal uma visita?

© Fundação Romi - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por