Sua colaboração vai nos ajudar a fazer o mundo melhor através do desenvolvimento social, cultural e educacional.

Arraste para escolher o valor

Clique e digite outro valor

R$

Publicado em 18/09/2020

Estação Cultural da Fundação Romi lança mais três oficinas culturais on-line no canal do YouTube da Fundação Romi


Desde do início da pandemia do novo coronavírus a Estação Cultural da Fundação Romi está com suas atividades presenciais suspensas. Foram adaptadas ações para o mundo virtual, como as tradicionais Oficinas Culturais que acontecem todos os anos. Neste período, elas estão disponíveis no canal do YouTube www.youtube.com/FundacaoRomi, e podem ser vistas, e revistas, sempre que quiserem. Durante o mês de setembro foram lançadas mais três: duas com abordagem do tema fotografia e uma com a aplicação da técnica de tie dye.

Na Oficina Fotografia On-line, a fotógrafa Bruna Piva compartilha os pilares essenciais da técnica, como enquadramento e composição. “Hoje, mais do que nunca, a fotografia e o vídeo estão presentes em nosso dia a dia. Com a pandemia, isso acabou se intensificando, se tornando ferramentas fundamentais para a continuidade de muitos trabalhos, e também como forma de comunicação”, comenta Bruna. “A fotografia evoluiu, e hoje temos muitas possibilidades como celulares e aplicativos. Para fazermos fotos a partir de dispositivos muito simples, precisamos trabalhar nosso olhar, e é isso que conversamos nesta oficina”, finaliza a fotógrafa.

A oficina de tie dye, de amarração e tingimento, é com orientação do professor de artes Ivan Leme. “É uma técnica simples, com aplicação prática das formas de amarração, que montam as estampas coloridas, com tingimento de roupas, mas a mesma pode ser aplicada a sapatos, máscaras, entre outros objetos de vestuário”, explica o professor de artes. “Vamos aplicar a técnica de tye die em uma camiseta, de preferência de tecido de algodão, por ter uma melhor absorção da tinta. Usamos tinta de tecida para o tingimento”, finaliza.

Uma segunda oficina na área de fotografia ensina a construção de uma Câmera Escura, aparato esse que permite a captação de uma imagem. “A oficina tem como norte o entendimento do mecanismo de câmera fotográfica a partir da construção de uma câmera escura. Historicamente esse foi o primeiro passo para concretização do que conhecemos hoje como fotografia, o que se procurou fazer posteriormente foi a fixação da imagem em uma superfície. Sendo assim, a câmera escura foi parte fundamental desse invento que revolucionou, principalmente, no século XX. Portanto, com a construção de uma câmera escura de maneira lúdica e artesanal é possível descobrir um pouco sobre como forma-se uma imagem e pouco da história dos processos fotográficos”, pontua a fotógrafa Bruna.

No canal do YouTube da Fundação Romi www.youtube.com/FundacaoRomi você encontra todas as oficinas culturais on-line realizadas durante este período de isolamento social.

Receba nossas novidades

19 3499.1555

Av. João Ometo, 200, Jd. Panambi - Santa Bárbara d'Oeste, SP

Que tal uma visita?

© Fundação Romi - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por