Sua colaboração vai nos ajudar a fazer o mundo melhor através do desenvolvimento social, cultural e educacional.

Arraste para escolher o valor

Clique e digite outro valor

R$

Publicado em 15/05/2020




Caras Famílias,

Estamos acompanhando atentamente a Pandemia da Covid-19 no Brasil, em especial no Estado de São Paulo, suas consequências e impactos nas decisões futuras quanto as flexibilizações para o retorno às atividades, em especial as atividades presenciais nas escolas.

As escolas devem ser os últimos serviços a serem liberados, com restrições, uma vez que os alunos, especialmente as crianças e adolescentes demandam cuidados pontuais de acordo com cada faixa etária.

A retomada às rotinas educacionais deve demandar esforços coletivos e individuais complexos. Dos cuidados pontuais de higiene, logísticas, alterações de calendários e cumprimento das horas exigidas pelo MEC à recuperação das possíveis lacunas de aprendizagens, cabe a escola planejar minuciosamente as ações que nortearão o retorno ao trabalho presencial, para que, efetivamente se cumpra com sucesso o ano letivo de 2020.

Temos nos debruçado na elaboração de um Plano de Contingência para o retorno, com protocolos determinados que assegurem a saúde de toda Comunidade Educativa.

Considerando que não se tem previsão de retorno presencial antes de julho, estamos nos preparando para:

1. Continuar as atividades não presenciais até liberação governamental para o retorno;
2. Iniciar processo de avaliação diagnóstica dos alunos para o planejamento pedagógico para o retorno;
3. Alinhar e lapidar os processos educativos, a partir das necessidades pontuais de cada faixa etária;
4. Elaborar o Plano de Contingência, com protocolos pontuais que atendam a legislação e necessidades para preservação da saúde de todos;
5. Capacitar toda Comunidade Educativa quanto aos Protocolos assumidos, bem como assegurar o cumprimento dos mesmos;
6. Acompanhar procedimentos internos dos serviços terceirizados da Cantina, adequando aos protocolos de fornecimento de alimentação aos alunos;
7. Assegurar aos alunos, impossibilitados para o retorno, atividades educativas que possibilitem continuidade do trabalho remoto;
8. Preservar a qualidade dos serviços prestados assegurando plano de recuperação para possíveis lacunas de aprendizagem que possam surgir;
9. Manter canal de comunicação e escuta como elo imprescindível na relação família e escola;
10. Analisar a possibilidade de antecipação de férias para os alunos do Infantil e Ensino Fundamental 1 a partir da deliberação governamental;
11. Avaliar permanentemente os procedimentos adotados e buscar pontos de melhoria;

Por meio de um plano de contingência local, elaborado com representatividade de toda Comunidade, traçamos metas, ações específicas e cuidados pontuais para cada faixa etária:

METAS GERAIS
? Retornar às atividades educativas de maneira gradual;
? Atender os alunos menores em primeira instância ampliando gradativamente até o Ensino Médio;
? Criar e se fazer cumprir protocolos que inibam a contaminação da Covid-19;
? Adequar tempos e espaços para permanência dos alunos na escola;
? Oferecer ensino remoto para o caso de possíveis interrupções devidas a contaminações que venham surgir durante o retorno.

RETORNO GRADATIVO
? Retorno gradual iniciando com a educação infantil, seguindo com fundamental I, fundamental II e médio;

Convictos que as ações tomadas e partilhadas são as que garantem a integridade física, emocional e cognitiva da nossa Comunidade, reiteramos nosso compromisso de zelar por uma “Educação Transformadora “, agradecemos a todos.

Atenciosamente,

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA DA FUNDAÇÃO ROMI

Receba nossas novidades

19 3499.1555

Av. Monte Castelo, 1095, Jd. Primavera - Santa Bárbara d'Oeste, SP

Que tal uma visita?

© Fundação Romi - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por