Sua colaboração vai nos ajudar a fazer o mundo melhor através do desenvolvimento social, cultural e educacional.

Arraste para escolher o valor

Clique e digite outro valor

R$

Publicado em 28/10/2019

Aluno do 9º ano do Núcleo de Educação Integrada da Fundação Romi conquista terceiro lugar no concurso de redação promovido pela EPTV Campinas



Redação do aluno Caio Camargo Moreno para o concurso "EPTV na Escola"


Na última quarta-feira, dia 23 de outubro, durante a primeira edição do Jornal da EPTV (Campinas), foram anunciados os finalistas vencedores do concurso de redação “EPTV na Escola” edição 2019. Caio Camargo Moreno, aluno do 9º ano do Núcleo de Educação Integrada da Fundação Romi, conquistou a terceira colocação. Esse ano o tema da redação foi “Quando a Mentira Parece Verdade” e debateu principalmente as Fake News.


Com o título “Verdades Líquidas”, Caio Camargo Moreno contou com orientação Ana Maria Favarelli, Educadora de Língua Portuguesa, Redação e Literatura no NEI. “Ela me ajudou me indicando onde pesquisar alguns autores que poderiam ser usados como base, e também trabalhamos na formação de um bom texto que funcionasse e conseguisse passar a mensagem de forma correta”, explica o aluno. “ Não são todas as escolas que participam desse projeto. Então, o impulso que o Núcleo de Educação Integrada dá faz com que o aluno consiga trazer tanto essas conquistas para escola, quanto para uma realização pessoal”, finaliza.


A professora Ana Maria Favarelli conta que indicou para leitura, e apoio para elaboração da redação que foi inscrita no “EPTV na Escola”, o filósofo polonês Zygmunt Bauman, grande estudioso da sociedade atual e autor da teoria “Modernidade Líquida”. “ A profundidade que abordou o tema, isso fez com que o Caio conquistasse o terceiro lugar no concurso. Ele conseguiu entrar no mérito do que é a sociedade imediatista, e a mentira faz parte dela. Falei uma vez o nome de Zygmunt Bauman, o Caio foi pesquisar sobre a ’Modernidade Líquida’, e desenvolveu uma redação com propriedade”, fala a educadora.

Tanto Caio quanto Ana Maria afirmam que o texto, de gênero opinativo, foi com muito embasamento, construindo e se tornando uma tese. “ Uma ideia principal com outras ideias que circundam, Caio conseguiu compreender e colocar no texto, após leitura e pesquisa”, explica a professora Ana Maria. “Deixei bem claro que não se produz um texto opinativo se você não tem uma tese. Acredito que ensinar redação é fazer os alunos pensarem, e a redação do Caio é de um ser pensante”, finaliza.


De acordo com informações o site oficial da EPTV, o objetivo do projeto “EPTV na Escola” é promover a interatividade entre os alunos e um veículo de comunicação, permitir que os participantes conheçam o processo de produção de um telejornal, e que utilizem a programação da EPTV como recurso educacional. Além disso, o foco é desenvolver a integração entre as escolas e, através da escolha do tema da redação, propiciar aos alunos o contato com a pesquisa e a aquisição de conhecimento.


Haverá uma cerimônia de premiação que acontecerá em 23 de novembro. Do 1º ao 10º colocado ganham um televisor HD. Professores orientadores dos finalistas: um Kindle. Diretor da escola do 1º colocado: um Kindle e a escola do 1º colocado: um data show. Os dez alunos e respectivos professores orientadores ganham certificado de participação e classificação no concurso.

Receba nossas novidades

19 3499.1555

Av. João Ometo, 200, Jd. Panambi - Santa Bárbara d'Oeste, SP

Que tal uma visita?

© Fundação Romi - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por