Sua colaboração vai nos ajudar a fazer o mundo melhor através do desenvolvimento social, cultural e educacional.

Arraste para escolher o valor

Clique e digite outro valor

R$

Entrevista com o Professor Sergio, de Educação Física, coloca em pauta a Avaliação Psicomotora das crianças da Educação Infantil.




O Professor de Educação Física, Sergio Carneiro Junior, Mestre em Desenvolvimento Humano e Tecnologias pela UNESP, traz para as crianças da Educação Infantil do Núcleo de Educação Integrada a avaliação psicomotora. “A riqueza de nossa diversidade nos permite compreendermos que todos somos dotados de habilidades e facilidades, mas também, de limitações e dificuldades a serem superadas”, conta.

Visando o desenvolvimento integral dos alunos, a importância da avaliação tem como base as aprendizagens escolares. Embora, por vezes, a Educação Física fique à margem das decisões importantes no âmbito escolar, estudos da linguística apresentam que a criança pode apresentar dificuldades na aquisição dos conhecimentos da leitura e da escrita por várias causas, inclusive, estrutural. Existem alguns pré-requisitos, do ponto de vista psicomotor, para que uma criança aprenda a ler e escrever. Assim, é necessário que as crianças possuam maturidade suficiente para serem submetidas ao processo de alfabetização, por exemplo. Elas devem demonstrar um conjunto de condições, capacidades e habilidades de modo a se tornarem capazes de executarem determinadas atividades e, para isso, a avaliação psicomotora deve acontecer. “Algumas crianças apresentam dificuldades de aprendizagem por não realizarem movimentos adequados”, acrescenta Sergio.

A Psicomotricidade é a ciência que tem como objeto de estudo o indivíduo através do seu corpo em movimento e em relação ao mundo. Ela está relacionada ao processo de maturação, onde o corpo é a origem das aquisições cognitivas, afetivas e orgânicas. O corpo é o ponto de referência que o ser humano possui para conhecer e interagir com o mundo, servindo de base para o desenvolvimento cognitivo e para a aprendizagem de conceitos tão importantes para a alfabetização. “O mover-se ajuda na aquisição do cognitivo da criança”, pondera Jean Piaget - um dos mais importantes pensadores do século XX. Segundo Piaget, a motricidade desempenha papel vital na inteligência antes da aquisição da linguagem.

Partindo destes princípios e dos estudos do Professor Dr. Francisco Rosa Neto, o Professor Sergio iniciou seus desafios. “Seria possível descobrir a idade motora dessas crianças?”, indaga. Para ele, a educação psicomotora deve ser considerada como uma educação de base, pois leva a criança a tomar consciência de seu corpo, de sua lateralidade, de seu espaço e tempo, e a adquirir a coordenação de seus gestos e movimentos.

Em sua entrevista (para acessá-la clique aqui), o Professor Sergio conta que os desafios avaliativos compreendem a coordenação motora fina, global e o deslocamento, considerando neste último a velocidade e a agilidade. Com esse acompanhamento bimestral, além de munir as outras áreas do conhecimento e seus respectivos professores, o Professor Sergio vai conseguir identificar se as crianças estão alinhadas entre sua faixa etária e sua idade motora, se precisam potencializar suas habilidades, ou ainda, se será necessário envolver outro profissional para auxiliar o desenvolvimento infantil.

Receba nossas novidades

19 3499.1555

Av. João Ometo, 200, Jd. Panambi - Santa Bárbara d'Oeste, SP

Que tal uma visita?

© Fundação Romi - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por