Sua colaboração vai nos ajudar a fazer o mundo melhor através do desenvolvimento social, cultural e educacional.

Arraste para escolher o valor

Clique e digite outro valor

R$

Plural e multicultural, a Estação Cultural da Fundação Romi ganha novos ares e um novo memorial da ferrovia.




A Estação Cultural iniciou, nesta semana, sua primeira atualização geral após 12 anos da sua inauguração, com a manutenção e pintura de todo o complexo cultural. Uma nova revitalização de seu patrimônio cultural. Apresentado pelo Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Especial da Cultura, e patrocínio da Indústrias Romi, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), o projeto “Preservação e Difusão do Patrimônio Ferroviário de Santa Bárbara d'Oeste” é uma iniciativa da Fundação Romi cuja proposta é reavivar e preservar a história da Estação Ferroviária da Companhia Paulista de Santa Bárbara d'Oeste, inaugurada em 1917, e consolidar o equipamento cultural, que é Estação Cultural, inaugurada em 2007, e que constitui a identidade da cidade e região.

Segundo Vainer Penatti, Superintendente da Fundação Romi, “serão investidos R$122.000,00 destinados à realização de serviços de manutenção e conservação, com o propósito de prolongar o tempo de vida da edificação, seu bom funcionamento e uso. O projeto também prevê o reaparelhamento e modernização do Memorial da Ferrovia, bem como melhorias na acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida e pessoas com deficiência, com o intuito de difundir a história da ferrovia e sua importância para o desenvolvimento socioeconômico e cultural da cidade e região”.

O Superintendente da Fundação Romi pontua que desde segunda-feira, 13 de maio, a empreiteira contratada iniciou as atividades de preparação das superfícies para manutenção, reparos e pinturas dos espaços e acessos. Anteriormente às questões estruturais, o Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi vem trabalhando na pesquisa, checagem e revisão histórica da Estação Ferroviária, o contexto de sua construção e o impacto urbanístico por ela causado, além da identificação de fotos e objetos que virão compor o novo Memorial da Ferrovia. O CEDOC também é o responsável pelo projeto expográfico do novo espaço, que trará uma narrativa fluida da Estação, desde a chegada do ramal ferroviário, sua instalação, até a revitalização da edificação e sua conversão em um centro plural e multicultural.

“Com sua nova inauguração programada para 14 de julho, data em que a edificação completa 102 anos, nossa proposta é incentivar a população barbarense e das cidades do entorno a conhecerem a história da ferrovia e sua importância para o desenvolvimento da cidade e da região. Com o apoio do CEDOC vamos promover atividades educativas e culturais sobre a ferrovia e a estação, além de disseminarmos e divulgarmos informações, referências e estudos sobre o seu teor cultural, histórico e informativo”, conta a Assistente Cultural, Rosana Lopes.

Para Sandra Edilene de Souza Barboza, Coordenadora do Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi, e que também assina a Coordenação Técnica do projeto, “a concepção do ’Preservação e Difusão do Patrimônio Ferroviário de Santa Bárbara d'Oeste’ oportuniza que tanto o prédio da estação ferroviária quanto o Memorial da Ferrovia da Estação Cultural estabeleçam uma relação dialógica com o público visitante e com a cidade. O contexto da urbanização, a simbologia do progresso com a chegada dos trens, o protagonismo da estação em fatos históricos, personalidade e anônimos que chegaram e partiram, curiosidades sobre rotinas e tempos, enfim... Essa revitalização traz novos ares para o espaço”.

A Coordenadora do CEDOC conta também que o site da Estação Cultural irá receber uma área dedicada à história do espaço, com uma linha do tempo, uma exposição virtual de objetos, referencial histórico, dados frutos de pesquisa e uma série de informações acerca da Estação Ferroviária e da Cultural. “Tudo isso com lançamento programado para julho deste ano”, conclui Sandra. Mais informações acerca da Estação Cultural da Fundação Romi, oficinas, eventos e inscrições podem ser obtidas através do site www.fundacaoromi.org.br/estacaocultural ou pelos telefones (19) 3455-4830 e 3455-4833. A Estação Cultural da Fundação Romi fica à Av. Tiradentes, 02, Centro, Santa Bárbara d’Oeste.

Receba nossas novidades

19 3455.4830

Av. Tiradentes, 2 - Centro - Santa Bárbara d'Oeste - SP

Que tal uma visita?

© Fundação Romi - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por